CAMPANHA DE PRÉ-LANÇAMENTO DO LIVRO
EU AMO FUSCA II
PATROCINE VOCÊ TAMBÉM MAIS ESTE TRABALHO DEDICADO AO FUSCA

Introdução

Alexander Gromow

Em março de 2003, lá na Concessionária Sabrico, em São Paulo, durante a coletiva de imprensa, organizada pelo Sr. Koichiro Matsuo, realizada para apresentar o meu primeiro livro "EU AMO FUSCA - A história brasileira do carro mais popular do mundo", eu verifiquei, por algumas perguntas disparadas por alguns dos jornalistas presentes, em especial pelo Sr. Wagner Gonzalez, que havia espaço para o registro da convivência entre o Fusca e seus usuários.

O primeiro passo foi apresentar a idéia aos amigos da Gráfica e Editora Ripress, pois juntos havíamos lançado o primeiro livro. Tanto o Sr. Francisco Ribas Peinado como o Sr. Paulo Sergio de Faria Ribas, como o restante dos amigos da Editora concordaram imediatamente com a idéia, foi dada luz verde para o segundo desafio.

O projeto da presente compilação começou com o envio de e-mails para amigos e para algumas pessoas que haviam comprado o primeiro livro. Os causos começaram a chegar, mas de uma maneira bastante lenta e eu fiquei preocupado com o tempo que iria levar para reunir material para completar o trabalho, pois minha meta era lançá-lo um ano depois do primeiro. Ressalto que o material que eu estava recebendo ia aumentando o meu entusiasmo por este trabalho. Certamente, existem milhares de histórias interessantes, pois quase todos da minha geração cresceram e conviveram com Fuscas, mas a questão era como consegui-las, e a idéia básica era recolher somente causos reais. Fiz campanha pela imprensa: jornais, revistas e rádio. Como ocorreu quando eu estava recolhendo material para a primeira obra, o retorno foi mínimo.

Numas tantas eu lembrei de um concurso que a Volkswagen do Brasil havia feito com o mote: "Minha história com um Volkswagen". Através da ajuda de meu amigo Daniel Branchini, que trabalha na Volkswagen, obtive a indicação que necessitava para fazer meu contato. Então escrevi para a Sra. Junia Nogueira de Sá, Diretora de Assuntos Corporativos e Imprensa da Volkswagen do Brasil Ltda. Deste contato resultou o acesso a vários dos causos que participaram deste concurso e que falavam sobre Fuscas. Este material foi passado para mim pelo Sr. Ivan Margarido da AJOM, empresa que realizou o concurso para a Volkswagen. Ele foi orientado neste sentido pelo Sr. Paulo S. Kakinoff, Diretor de Vendas e Marketing para o mercado nacional da Volkswagen do Brasil Ltda. Foi feita uma seleção de causos, com a ajuda da Maria Lucia, minha esposa. A Srta. Karina Alberti assessorou o Sr. Margarido nos contatos com o pessoal do concurso da Volkswagen para a obtenção das correspondentes autorizações. Ocorreu de tudo, pessoas que se encantaram em ver que seu trabalho poderia fazer parte de um livro, pessoas que decidiram não colaborar, e pessoas que nem se dignaram a responder. Paralelamente eu ia preparando os causos para a Editora, catalogando, fazendo contatos principalmente com os autores que me enviaram causos diretamente, atendendo à dúvidas, e assim por diante. O trabalho foi intenso e nem sempre um mar de rosas, mas, em todo o caso, o material tomou corpo.

Este livro não fez distinção entre as pessoas que escreveram os causos. Participaram autores consagrados e premiados, universitários, e até pessoas que poderiam ser consideradas semi-analfabetas. Foi com grande alegria e respeito que o material destas últimas foi acolhido, pois, para gostar de Fusca não é necessário ter um diploma. Nestes causos a revisão de texto foi feita pela Sra. Maria Aparecida Amaral de maneira a respeitar ao máximo possível a redação original. Com isto, este livro apresenta uma visão que abrange o povo brasileiro como um todo, pois o Fusca foi, sobretudo, uma unanimidade. Ressalta-se a significativa participação de mulheres o que demonstra que o Fusca tampouco teve que enfrentar a barreira do sexo. A diagramação e as ilustrações foram feitas pelo Sr. Elifas Alves, que se aprofundou no contexto dos causos para extrair idéias para as ilustrações.

Juntos, ambos os livros irão dar de um lado a história do carro, desde os seus primórdios na Alemanha até a sua despedida definitiva no Brasil e de outro "a resposta do usuário", aqui tomando emprestado o jargão de controle de qualidade da ISO 9000, detalhando este intrincado e complexo relacionamento entre homem e máquina através do relato de causos.

O trabalho com os causos isolados já foi muito interessante, mas a leitura do livro pronto foi realmente emocionante para mim dado o contexto global como os causos foram se sucedendo, espero que esta impressão também seja a sua ao ler este trabalho. Inicialmente a idéia foi de ordenar os livros pela ordem alfabética dos sobrenomes dos autores, conforme sugere a prática internacional de livros semelhantes, mas como eu tive a grata surpresa de também receber vários causos de um mesmo autor ou autora eu acabei decidindo ordenar os causos pela ordem alfabética de seus títulos.

Estou convencido que existe material para mais um livro como este e abro espaço para quem quiser enviar o seu causo para um trabalho futuro, o material pode ser enviado para o endereço abaixo. Espero que possamos enriquecer mais ainda a compilação de causos de felizes proprietários de Fuscas.

Não posso esquecer de citar a alegria e honra que tenho por este livro ter um importante prefácio magnificamente escrito pelo amigo Bob Sharp. O seu nome não necessita de um esclarecimento, mas como registro histórico posso citar que Bob Sharp, nascido em 1942, é carioca radicado há mais de duas décadas em São Paulo, é jornalista especializado em veículos e possui formação técnica em construção de motores e máquinas. Toda a sua vida esteve intimamente ligada ao automóvel, tendo trabalhado em concessionárias, numa das quais foi sócio, e fábricas como Fiat, Volkswagen e General Motors. Alternadamente, há 27 anos vem atuando na imprensa especializada, com ênfase nos últimos quinze, entremeados com trabalhos de assessoria de imprensa. Foi piloto de competição em diversas categorias, durante 25 anos. Teve a grata oportunidade de conhecer o Volkswagen aos 10 anos de idade, quando seu pai comprou um em 1953, fato que permitiu que ele também participasse deste livro com o incrível causo "Feijoada em Quitandinha". Atualmente é colunista da revista Quatro Rodas e do site Best Cars Web Site, além de ser consultor editorial da revista Engenharia Automotiva e Aeroespacial, da SAE Brasil. Ressalto que a sua simpatia, coragem, conhecimento profundo de causa e importante independência de opinião o destacam em seu trabalho. Sempre recebi dele apoio para as minhas pesquisas o que muito me ajudou em tudo que já realizei no campo dos automóveis antigos. Aproveito a oportunidade para reproduzir parte do e-mail que recebi dele dois dias após do lançamento de meu primeiro livro, evento no qual ele também participou: "Já 'devorei' seu livro e adorei. Não que não conhecesse a história, mas por tê-la agora contada por um amigo. Fica mais pessoal do que ler obras de autores estrangeiros (apesar de alemão, você é brasileiro)".

O Fusca foi um carro que moldou com sua alegre presença várias gerações de brasileiros durante os 46 anos que esteve presente no Brasil, considerando o intervalo entre 1986 e 1993 como não tendo sido uma interrupção de sua participação no cenário automotivo brasileiro. Este trabalho, acima de tudo, é uma sincera homenagem ao Fusca feita por um grupo de brasileiros que, com o relato de seus causos, representam os milhões de brasileiros que jamais esquecerão suas próprias histórias vividas com esta carro amigo. Agradeço a todos eles pela participação nesta obra que é o "nosso" livro. Também agradeço às demais pessoas citadas acima por sua colaboração com este trabalho.


Endereço para contato com o compilador

Caixa Postal 46321
São Paulo/SP
CEP 05110-970
e-mail

[VOLTAR PARA A PÁGINA DO LIVRO 'EU AMO FUSCA II']
.


Counter
Contador iniciado em 08/02/2004